VISÃO GERAL
SOBRE
KBELA

KBELA é uma experiência audiovisual realizada de forma colaborativa por mulheres negras sobre mulheres negras. Com roteiro e direção de Yasmin Thayná, o filme recebeu o prêmio de Melhor Curta-metragem da Diáspora Africana da Academia Africana de Cinema (AMAA Awards 2017) e foi convidado para dezenas de festivais ao redor do mundo, entre eles o Festival Internacional de Cinema de Roterdã (IFFR, 2017) e FESPACO – Festival Panafricano de Cinema e Televisão de Ouagadougou, em Burkina Faso, o maior do continente africano.

Seja através do cinema ou através dos cabelos, essas mulheres têm em comum a busca por novas possibilidades para narrar suas histórias em diferentes campos onde machismo e racismo são obstáculos a serem superados.

O processo de produção do filme é baseado nas redes de afeto e da internet – o elenco foi convocado nas redes sociais para garantir a diversidade de personagens que também colaboraram com suas histórias pessoais para o curta. Uma vaquinha online contou com a colaboração de 117 pessoas e arrecadou R$ 5.000 para custear as gravações do filme.

A primeira exibição pública do curta-metragem aconteceu no dia 12 de setembro de 2015, no Rio de Janeiro, para um Cine Odeon – CCLSR lotado. O sucesso de público culminou no convite para a realização de mais três sessões com meia-entrada para todos. Desde então, KBELA circulou o Brasil e o mundo em exibições especiais. Agora é KBELA para sempre, aonde você quiser. Assista e faça download gratuito.

  • Nasceu

    Yasmin Thayná escreve o conto Mc KBELA, publicado na coletânea Flupp Pensa – 43 novos autores.

  • Jan 2013
    Chamada pública

    Primeira chamada pública no Facebook através da Revista Cantra para mulheres negras, atrizes ou não atrizes, que tivessem passado pelo processo de transição capilar para participarem do filme. Em menos de três dias, recebemos mais de 100 emails de mulheres negras de várias partes do Brasil.

  • Primeira versão

    KBELA foi filmado anteriormente em um formato menor, mas não chegou a ficar pronto. A diretora e roteirista Yasmin Thayná sofreu um assalto e perdeu todo o material. Dessa primeira versão existe apenas o teaser.

  • Festival Home Theatre

    A atriz Veruska Delfino e o diretor Anderson Barnabé adaptam o conto Mc KBELA para uma cena curta de teatro. O resultado do processo foi apresentado no Home Theatre – Festival Internacional de Cenas em Casa.

  • Jan 2015
    Gravação do filme KBELA

    Durante dois dias cerca de 60 pessoas estiveram envolvidas nas gravações do filme, que aconteceram em Santa Teresa, no Rio de Janeiro. A equipe cresceu bastante desde esta data.

  • Set de 2015
    Estreia no Cine Odeon

    12 de setembro de 2015 foi um dia negro para o cinema brasileiro. Estreamos KBELA – O Filme no Rio de Janeiro com ingressos esgotados no Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro, um dos cinemas mais importantes da cidade. Foi a primeira vez na história do Cine Odeon que um curta-metragem realizado por uma equipe majoritariamente de mulheres negras, esgota todos os ingressos vendidos em sua estreia.

CONHEÇA KBELA
TRAILER OFICIAL
PRÊMIOS E NOMEAÇÕES
PRÊMIOS